26 de abr de 2011

Dois vídeos, uma homenagem

O nome desse documentário experimemental é "Diary" [o primeiro abaixo] e foi feito pelo Tim Hetherington, um dos dois caras que morreram na semana passada em Misrata, na Líbia, vítima de uma granada. Tem 18 minutos e em alguns momentos tem um clima meio  Apocalipes Now [Coppola pai] e Lost in Translation [Coppola filha]. O Tim também é também autor do documentário "Restrepo", de 2010, que mostra o dia-a-dia dele e do Sebastian Junger, outro repórter de guerra, numa série de reportagens para a revista Vanity Fair. Eu conheci o Sebastian em Sarajevo em 1993, voamos juntos da Croácia para a capital da Bósnia, acho que era a primeira cobertura de um conflito armado que ele fazia. Hoje o Sebastian é um dos mais experientes jornalistas que cobrem esse tipo de assunto e se especializou em Afeganistão. Quando não está lá, Sebastian fica  baseado em Nova York, onde é sócio de um simpátco bar em Chelsea chamado The Half King [www.thehalfking.com] 
Fernando Costa Netto
Diary
 Restrepo

Nenhum comentário:

Postar um comentário