16 de dez de 2011

Parabéns São Paulo!


Ali, debaixo do mesmo céu, 3 milhões se orgulham de terem a maior Parada Gay do Mundo. Ali, alguns levam porrada por serem o que outros não são e não aceitam que sejam. Intolerância. Ali não se pode beijar, abraçar ou andar de mãos dadas. Intolerância. Ali existe a guerra diária por não saber se passaremos ilesos a algum ataque. Ali, naquele barulho do vai e vem de milhões, existe o silêncio da impunidade, da intolerância, da intolerância, da intolerância... Ali, onde todas as nacionalidades se cruzam existe intolerância. Intolerance. Intoleranz. E impunidade.
Não se pode esquecer os rótulos que já mataram tantos, feriram muitos e ainda estão por aí, na espreita, esperando uma vítima qualquer. A história se repete. E a impunidade também.
Carlos Dadoorian, especial para a gente.




O projeto “Parabéns, São Paulo!” é composto por uma instalação com lambe-lambe. São aproximadamente 50 fotografias feitas a partir das imagens captadas por câmeras de vigilância e depoimentos das vítimas dos ataques homofóbicos na Av. Paulista e arredores. Também pelo "Oratório", filme com referências à intolerância contra os judeus e menção ao genocídio armênio de 1915 utilizando a música “Lullaby” de Avétissian Khatchatour. Também com cenas dos ataques na Av. Paulista; Duração de 3'39”. Realizado em dezembro de 2011. 

Na foto Pietro Ghiurghi e Dadoorian, que foi aprovar seus prints.

Um comentário: